quarta-feira, 1 de novembro de 2017

O terramoto de Lisboa de 1755

Foi o mais destrutivo sismo de que há registo no nosso país. A capital portuguesa sofreu grandes estragos e mortandade também devido ao maremoto e ao incêndio que se seguiram. O litoral sul português e o Algarve também foram atingidos.

Na manhã do dia 1 de Novembro de 1755 a terra tremeu durante vários minutos, derrubando edifícios e espalhando os seus destroços por toda a parte.

Minutos depois o rio cresceu pelas ruas da cidade, invadindo a baixa. Muitas pessoas que tinha fugido para as margens do Tejo com o objectivo de escapar aos edifícios que ruíam foram apanhadas pelas águas.

Quando as ondas se retiraram ficaram os incêndios que queimaram o que restava.

Neste extrato de documentário conheça a Lisboa de antes do terramoto, assista a uma simulação do sismo, conheça as suas causas e os seus efeitos.
Veja AQUI!
Fonte: Ensina RTP 

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

20 outubro | Dia Mundial de Combate ao Bullying


A Escolha é Minha - Livro 1: Bicicleta à ChuvaLer ... Bicicleta à Chuva de Margarida Fonseca Santos.
Uma História sobre Bullying, Coragem e Amizade 

Sinopse 
Crescer é um desafio enorme. Mas às vezes é difícil decidir que caminho devemos seguir. Esta história, "Bicicleta à Chuva", podia bem ser a tua ou quem sabe a de alguém que conheces. O Jaime carrega um enorme segredo: um grupo de rufias, os Alcaides, toma conta da sua vida de muitas maneiras, deixando--lhe o corpo e a mente com marcas difíceis de apagar. O Valdomiro, o chefe dos Alcaides, luta para, de alguma forma, conseguir ser importante naquele bairro tão complicado. Um dia, em frente à paragem do autocarro, o Jaime vê uma bicicleta antiga encostada ao muro de pedras, e desenha-a. Cai uma chuva miudinha, mas o dono da bicicleta, o Joaquim, não se incomoda com isso, e interessa-se por aquele desenhador. Nasce assim uma amizade capaz de revolucionar a vida do Jaime e de muitos outros. Queres saber como? Então, vem daí! 
Fonte: FNAC

quarta-feira, 26 de abril de 2017

E os livros vencedores foram ...


No passatempo Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes votaram 53 666 alunos, de 308 escolas. Dava para eleger dois deputados, se fossem eleições para a Assembleia da República! 
Sabe mais sobre os resultados eleitorais  AQUI!

domingo, 23 de abril de 2017

Ler devia ser proibido...

O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor foi instituído pela UNESCO em novembro de 1995, procurando fomentar o gosto pela leitura e, simultaneamente, respeitar a obra daqueles que, pela escrita, têm contribuído para o progresso social e cultural da Humanidade. Fonte: Aqui! 

Neste dia Mundial do Livro, um pensamento: "LER, devia ser proibido"


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

E os livros mais escolhidos foram...

Mais de 15 mil alunos propuseram títulos para integrarem as listas finais de Miúdos a Votos, uma eleição nacional dos livros preferidos das crianças e jovens portugueses que vai decorrer a 17 de março nas escolas do ensino básico. Foi exatamente 15 462 o número de alunos, de 404 escolas, que participaram nesta primeira fase do processo eleitoral. continuar a ler



e os livros mais escolhidos foram...

1.º ciclo

Aquela nuvem e outras | Eugénio de Andrade
As aventuras de Pinóquio | Carlo Collodi
O Beijo da Palavrinha | Mia Couto
Continua a ler




2.º ciclo

A Árvore | Sophia de Mello Breyner Andresen
Avozinha Gangster | David Walliams
Chocolate à Chuva | Alice Vieira
Continua a ler




3.º ciclo 

Açor, O Cão de Ventura Terra | Gisela Silva
O Alquimista | Paulo Coelho
Uma Aventura na Serra da Estrela | Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada
Continua a ler